Evento - Apresentação
 

O X ENONG Hepatites Virais que se realizou em Santos, Estado de São Paulo, foi construído e gerido de forma compartilhada entre as duas ONGs Nacionais de Hepatites Virais (AIGA e MBHV), e garantimos dessa forma maior participação na execução das ações, nas discussões e mobilização do movimento social. No IX ENONG HV em 2010, a organização do evento teve uma maior participação e autonomia do movimento social, na programação, no conteúdo, convidados e composição das mesas, ficou pré definido que os ENONGs serão bi anuais, assim como os ERONGs.

Relevância:

- O Encontro Nacional de ONGs de Hepatites Virais – ENONG, é o maior espaço de organização,  debate e tomada de decisões da sociedade civil em direitos humanos e políticas públicas que trabalham com Hepatites Virais no Brasil.

- É através do ENONG que, bianualmente, gestores de políticas públicas, lideranças, ativistas, pessoas com Hepatites Virais, pesquisadores de universidades, representantes de indústrias e laboratórios, meios de comunicação ficam sabendo dos anseios, das proposições, das conquistas e das necessidades nacional da sociedade civil na luta contra as Hepatites Virais.

- Ao longo das 09 edições do ENONG o movimento tem crescido, se fortalecido e ajudado cada vez mais o Brasil na construção de sua resposta a Pandemia das Hepatites Virais.

- É durante a realização do ENONG que o movimento social também pode eleger seus representantes as instancias de controle social vinculadas ao Ministério da Saúde – Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais, a saber: CNAIDS – Comissão Nacional de Aids, CAMS – Comissão de Articulação aos Movimentos Sociais, Conselho Nacional de Saúde, dentre outros;

- Afora a Conferência Nacional de Saúde, o ENONG se constitui no segundo maior evento de debate para fortalecimento do SUS – Sistema Único de Saúde;

- A relevância do evento esta ligado diretamente proporcional a dinâmica do próprio movimento, nele são reveladas novas lideranças, da mesma forma, que antigas lideranças perdem seus postos, renovando-se assim o ciclo próprio movimento.

- A agenda deliberada no ENONG deverá ser parte essencial da agenda das diferentes representações – também poderão ser eleitas durante o ENONG – pois os caracteres coletivos das propostas aprovadas em plenária dotam-nas de um valor político de grande relevância, sendo fundamental monitorar, acompanhar e propor a execução nas diferentes interfaces que as ONGs/Hepatites Virais, e representações mantêm interlocução junto ao poder público, tais como as Comissões Estaduais de Hepatites Virais, a CNAIDS, a CAMS e em especial por seu caráter deliberativo aos conselhos municipais, estaduais e nacional de saúde.

 

 

 

Home | Apresentacao | Historico | Comissao Organizadora | Parceiros | Regimento | Noticias | Galeria | Participantes | Santos
 
Criado por N Ideias Eventos e Comunicacao
 
Parceiros